Uma mulher norte-americana de 60 anos que estava internada em Wuhan , na China, morreu vítima do coronavírus, se tornando a primeira pessoa não chinesa a morrer vítima da doença. A embaixada dos Estados Unidos em Pequim informou que ela estava internada no hospital Jinyintan e morreu na quinta-feira (06), mas a notícia só foi divulgada neste sábado (08).

Leia também: Coronavírus no Brasil: cai para oito o número de casos suspeitos

coronavirus
Governo da China
Norte-americana morreu de coronavírus


"Oferecemos nossas sinceras condolências à família pela perda", disse o porta-voz. "Por respeito à privacidade da família, não temos mais comentários". O caso também está sendo repercutivo na imprensa americana. No país, outras pessoas estão com o novo coronavírus .

Até quinta-feira,  houve 19 casos de estrangeiros infectados com o vírus, dos quais dois receberam alta do hospital e 17 estavam sendo tratados em quarentena, disse Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China , a repórteres.

Leia também: Hospital confirma morte de médico que alertou mundo sobre coronavírus

Também em Wuhan, um cidadão japonês hospitalizado com pneumonia morreu com sintomas semelhantes aos da gripe, disse o Ministério das Relações Exteriores do Japão. O homem de 60 anos era suspeito de ter o coronavírus, mas devido a dificuldades no diagnóstico, a causa da morte foi dada como pneumonia viral.

    Veja Também

      Mostrar mais