coronavírus
shutterstock
Coronavírus já contaminou mais de 88 mil pessoas ao redor do mundo; veja mais

Uma estudante de medicina de 20 anos que teve seu nome preservado passou por uma situação muito curiosa na Índia, conforme publicado pela BBC. Ela foi encaminhada ao hospital com outras quatro pessoas, enquanto aguardava o diagnóstico dos destes para o novo coronavírus , o COVID-19 , e acabou descobrindo que estava infectada pela televisão.

LEIA MAIS: Álcool gel é eficaz na prevenção contra o coronavírus 

Segundo a garota, os outros quatro pacientes que aguardavam o diagnóstico foram liberados do hospital, e apenas ela continuou internada. Ao pedir informações para os médicos, apenas disseram que “estava tudo bem”. 

Enquanto esperava, a estudante começou a receber mensagens de seus amigos. “Um colega filmou o noticiário da TV e me enviou o vídeo pelo Whatsapp”, disse ela. Tratava-se de uma reportagem sobre uma estudante que havia retornado de Wuhan , epicentro do COVID-19 na China , e havia sido diagnosticada com o vírus. Ou seja, ela mesma.

“Descobri pelo noticiário que estava infectada”, disse a garota à BBC. Ela foi o primeiro caso registrado do coronavírus na Índia, mas outros dois acabaram sendo catalogados logo em seguida. Apesar dos perigos da doença, ela afirma que não ficou nervosa, pois sabia que as pessoas que estavam sendo tratadas acabavam se curando. “O COVID-19 é mais letal para idosos, portanto, não estava em grupo de risco”, disse a garota, durante o isolamento.

LEIA MAIS: "Novo coronavírus no Brasil não será fim do mundo", diz infectologista

O governo indiano solicitou que a estudante de medicina listasse todas as pessoas com quem havia mantido contato desde seu retorno de Wuhan, no dia 25 de janeiro. Sua mãe foi isolada no hospital, enquanto pai e o irmão foram orientados a ficar em casa, de quarentena. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários