Os municípios do Rio de Janeiro e de São Paulo já registram transmissão sustentada ou comunitária do novo coronavírus , segundo o Ministério da Saúde. Esse tipo de transmissão ocorre quando não é mais possível saber a origem da infecção por ter se alastrado aleatoriamente.

Leia mais: Primeiro paciente do coronavírus no Brasil já está curado

É diferente da transmissão local, quando se sabe quem passou o vírus a quem. E as infecções importadas, as primeiras notificadas no país, ocorrem quando os doentes se contagiaram fora do Brasil.

A transmissão sustentada é o terceiro e último estágio epidemiológico. Faz com que as autoridades elevem o nível de alerta e adotem medidas de maior restrição. A orientação do Ministério da Saúde, divulgada nesta sexta-feira, inclui até  antecipação das férias escolares ou uso de ferramentas de educação a distância. É também recomendado redução do fluxo laboral , com adoção de medidas como home office, reuniões virtuais e horários alternativos de trabalho.

O número de casos incluídos na plataforma digital do Ministério da Saúde tem um certo atraso em relação aos dados divulgados pelos próprios estados. Em todo o estado do Rio de Janeiro, a pasta contabiliza 76 suspeitos e 16 confirmados . No estado de São Paulo, são 704 suspeitos e 42 confirmados na base de dados do ministério, que teve a última atualização na tarde de quinta-feira e deve ser atualizada ainda hoje.

Os dados da plataforma indicam 1.422 casos suspeitos e 77 confirmados de novo coronavírus . Os confirmados estão em nove estados e no Distrito Federal. No entanto, os números já são maiores, se consideradas as divulgacões nos estados.

    Veja Também

      Mostrar mais