O Instituto Butantan já entregou ao Ministério da Saúde o primeiro lote de vacinas para a campanha contra a gripe, que neste ano foi antecipada para o dia 23 de março diante da epidemia do novo coronavírus no país.

Leia também: Coronavírus: OMS recomenda suspensão do uso de ibuprofeno

Médico aplicando a vacina da gripe
shutterstock
Cerca de 10 milhões de doses da vacina já foram entregues pelo Instituto Butantan.

Embora não ofereça imunidade ao coronavírus, a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em São Paulo previne a infecção por outros vírus respiratórios, entre eles o H1N1.

A vacina é trivalente, e protege contra dois tipos de influenza A (H1N1, H3N2) e um tipo B. Segundo especialistas, a vacina também pode ajudar a reduzir a gravidade em casos de coinfecção com outros vírus, incluindo o novo coronavírus.

Segundo o Butantan, já foram entregues ao Ministério da Saúde 10 milhões de doses, de um total previsto de 75 milhões.

A expectativa é fornecer 10 milhões a cada semana, até completar os 75 milhões. ”Este ano, o Butantan bate um recorde de produção e fornecimento. Serão 10 milhões de doses a mais que em 2019”, afirma a instituição.


    Veja Também

      Mostrar mais