Vacina
shutterstock
Pacientes serão acompanhados até o fim do ano para comprovar efeito neutralizante da vacina

A revista científica The Lancet publicou o primeiro estudo sobre uma das vacinas em desenvolvimento para a Covid-19 com resultados animadores. A pesquisa aponta que o modelo chinês é seguro e tem boa resposta imunológica no organismo humano. 

LEIA MAIS: Perfil dos pacientes de Covid-19: homens, hipertensos e diabéticos

Os testes foram feitos em 195 pessoas de Wuhan (China) que receberam diferentes doses da vacina. A resposta imunológica teve seu pico no 28° dia após a vacinação em adultos saudáveis, sendo que a partir do 14° dia já eram verificados bons níveis de células T, responsáveis por neutralizar o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Alguns efeitos colaterais leves foram reportados em todos os pacientes, na proporção da dose da vacina. Os mais frequentes são dor (reportada em 54% dos pacientes), febre (46%), fadiga (44%), dor de cabeça (39%) e dor muscular (17%).

O grupo de pacientes que recebeu a vacina experimental continuará sendo monitorado pelos pesquisadores até meados de dezembro. Novos testes também serão levantados, pois nenhum paciente acima de 60 anos foi testado no primeiro estudo sobre a vacina em Wuhan. 


    Veja Também

      Mostrar mais