Paciente infectado pelo novo coronavírus recebe tratamento em hospital
SILVIO AVILA / AFP
Países americanos tiveram aumento de 25% a 50% nos casos na última semana, afirma diretor de emergência da OMS


O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou hoje (24) que, na próxima semana, mundo deve atingir a marca de 10 milhões de casos de Covid-19 , doença transmitida pelo novo coronavírus. Organização afirma ainda que casos nas américas são crescentes e países ainda não chegaram no pico.  Países da América Latina juntos somam 100 mil mortes .


Contagem realizada pela AFP afirma que, desde o surgimento do novo coronavírus na província de Wuhan, na China, 9.279.310 pessoas foram infectadas e 477.570 morreram em decorrência da infecção. Os dados se dividem entre 196 países.

Adhanom fez um alerta para a velocidade de crescimento dos casos de Covid-19. No primeiro do mês da pandemia, o órgão recebeu menos de 10 mil casos de países. Apenas no mês de maio, países relataram 4 milhões de novos casos.

O diretor de emergência de saúde da  OMS , Michael Ryan, chamou atenção para a intensidade de ação do vírus no continente americano , epicentro da pandemia no mundo atualmente. Segundo ele, a situação é ainda mais grave nas Américas Latina e Central.

Em sua fala na entrevista, países nestas localidades registraram aumento de 25% a 50% dos casos só na última semana. Ryan alertou que diversos países americanos ainda não chegaram no pico da Covid-19 . O diretor de emergência aponta más gestões governamentais como um dos principais fatores para a alta disseminação da doença.

    Veja Também

      Mostrar mais