homem tossindo na cama
Getty Images
Pacientes com sintomas leves podem tossir por até duas semanas após a recuperação


De acordo com infectologista da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Marcos Cyrillo, vítimas do novo coronavírus podem continuar manifestando tosse por até seis semanas após a recuperação. Sintoma é um dos principais da Covid-19 , ao lado de febre e cansaço .


Mesmo sendo um dos primeiros sintomas da Covid-19 a se manifestar na pessoa que está doente, a tosse, seca ou não, pode ser um dos últimos a passar. O motivo é a grande quantidade de receptores nas células do sistema respiratório, parte do organismo em que o vírus pode interagir.

Segundo Cyrillo, o contato do novo coronavírus com a célula causa inflamação. O organismo também começa a criar reações para tentar expulsar uma substância estranha, o que pode intensificar essa inflamação. Daí, surge a tosse.

No entanto, essa inflamação que causa a tosse não vai embora tão rapidamente, mesmo depois que o corpo humano se sente recuperado.

“É como quando você pega gripe, passa uns dez dias e você ainda está com tosse. Isso acontece porque a inflamação gerada pelo vírus pode continuar, mesmo depois que ele foi combatido”, explica Cyrillo.

No entanto, existem alguns hábitos que auxiliam na expansão do pulmão e, consequentemente aliviam, a tosse. Entre elas, praticar exercícios respiratórios, ter uma alimentação saudável, fazer atividades físicas, dormir e, principalmente, beber água.

“A água, ajuda na fluidez do muco. Se ele está mais fluido, é mais fácil expelir e aí se tosse menos”, justifica o infectologista.

    Veja Também

      Mostrar mais