Covid-19
Pixabay
De acordo com Gabbardo, orientação sobre uso de máscaras foi tardia

O Coordenador executivo do Centro de Contingência ao Novo Coronavírus em São Paulo, João Gabbardo, criticou a velocidade de ação da Organização Mundial de Saúde (OMS) em recomendar o uso de máscaras para conter a pandemia de Covid-19 .

"Essa é uma medida que Brasil e o mundo demoraram muito para ter iniciado. Acho que a OMS demorou em recomendar a utilização das máscaras", afirmou o profissional, que acrescenta que "foi dada uma prioridade para as equipes de saúde".

Ainda segundo Gabbardo, "o indivíduo que estiver utilizando a máscara ele estará evitando em um percentual muito considerável a transmissão da doença", destacando que o equipamento é um fator de proteção para frequentadores e funcionários de qualquer estabelecimento, além de familiares no ambiente doméstico.

O governo de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira, que a partir do dia 1º de julho os estabelecimentos passarão a ser multados em R$ 5 mil caso permitam a entrada de consumidores sem máscara . Além disso, também será aplicada uma multa de R$ 500 para pessoas físicas que transitem sem o equipamento em áreas públicas.

    Veja Também

      Mostrar mais