vacina
shutterstock
Vacina contra a Covid-19 passa por fase de testes na Rússia

O diretor do Instituto Butantan e membro do Centro de Contingência da Covid-19 em São Paulo, Dimas Covas, afirmou nesta quarta-feira (29) que o instituto foi procurado por emissários do governo russo para uma possível associação na produção da vacina contra a Covid-19, desenvolvida em uma estatal da Rússia.

"Eles queriam saber se nós poderíamos nos associarmos a eles para a produção dessa vacina. Num primeiro momento, dissemos que até poderíamos avaliar porque é uma tecnologia diferente, que nós não conhecemos", afirmou Covas. Apesar disso, ele diz que nenhum acordo foi feito por enquanto.

"Precisamos ter mais dados técnicos para poder fazer essa avaliação e precisamos de dados mais concretos em relação aos estudos que já foram feitos, se já foi feito estudo de fase 1, fase 2, ou seja, conhecer melhor a vacina", destaca o diretor. "Nós ainda não recebemos esse retorno, então ainda é muito prematuro dizer se nós descartaríamos uma possível associação para a produção dessa vacina lá na frente", disse Dimas Covas.

Atualmente, a vacina russa encontra-se em fase de testes. Autoridades russas disseram nesta terça-feira que  poderão ter uma vacina contra a Covid-19 em um período de até duas semanas.

    Veja Também

      Mostrar mais