Cientista analisando sangue
FreePick/Divulgação
Estudo mostra os efeitos da Covid-19

Um estudo realizado por pesquisadores do Imperial College de Londres por meio da análise de 10 vítimas da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), mostra que a doença causa danos graves nos pulmões dos pacientes.

A pesquisa do Imperial College, instituição científica bastante respeitada nos estudos da Covid-19, foi publicada revista The Lancet Microbe , a mais conceituada do mundo.

De acordo com os resultados da pesquisa, os pulmões dos dez pacientes tiveram cicatrizes, lesões e coágulos. Além disso, nove pacientes também tiveram trombose no coração ou nos rins e um paciente teve uma infecção rara por fungos.

Mesmo que o número de pacientes seja pequeno, este é o maior estudo até o momento que analisou pacientes após a morte pela Covid-19 no Reino Unido.

"Infelizmente, o Reino Unido teve um grande número de mortes devido à Covid-19. A busca por tratamentos que funcionem irá depender do entendimento de como a doença afeta o corpo. Neste sentido, o exame post-mortem é fundamental", disse Brian Hanley, coautor do estudo e professor do Departamento de patologia celular do Imperial College.

Os pacientes analisados tinham de 22 a 97 anos e estiveram internados entre março e junho deste ano. Dos dez, sete eram homens e quatro eram mulheres. Quatro eram brancos e outros seis faziam parte de minorias étnicas.

De acordo com os pesquisadores, uma lesão pulmonar causada por um vírus pode afetar as trocas gasosas e o fluxo de sangue nos pulmões. Já a trombose impede o fluxo sanguíneo normal por meio do sistema circulatório. Como consequência pode haver derrames e ataques cardíacos.

Já a lesão renal pode levar à insuficiência ou a um dano do órgão. Alguns desses pacientese sobrevivem, mas depois podem precisar de diálise. Em alguns casos, o problema no pâncreas pode evoluir para complicações graves e até falência dos órgãos.

    Veja Também

      Mostrar mais