Enfermeiro aplicando vacina em paciente
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Vacina está sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan

O laboratório chinês Sinovac disse que a Coronavac , vacina que está sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, é eficaz contra diferentes cepas do novo coronavírus (Sars-CoV-2), o causador da Covid-19 . A empresa é uma três da China que lideram a corrida no país asiático para conseguir imunizante contra a doença.

A afirmação foi feita nesta terça-feira (25) pelo executivo-chefe da companhia, Yin Weidong, entrevista à emissora de televisão local CGTN . Segundo o empresário, os resultados foram positivos contra, pelo menos, 20 cepas diferentes do vírus. Eles são provenientes da China, dos Estados Unidos e da Europa.

"Descobrimos que todos foram neutralizados. Ficamos muito otimistas depois de ver que o tipo de soro do vírus da Covid-19 não mudou. Nossa vacina pode neutralizar todas as cepas do vírus em nível global. Prevemos que terá um efeito protetor no mundo", afirmou Weidong.

A Coronavac está na terceira fase de testes clínicos desde 21 de julho. Nas duas primeiras etapas, os mais de mil voluntários não tiveram efeitos adversos após a aplicação das doses. "Após receber duas doses, entre 97% e 98% dos voluntários desenvolveu anticorpos. Estamos otimistas com os resultados", garantiu o CEO da empresa.

Weidong relatou ainda que a estimativa dos pesquisadores da Sinovac é que o efeito imunizador da vacina poderia durar mais de dois anos, embora não haja teste confirmando a informação. Nesta terça, o mundo registrou pela primeira casos de reeinfecção pelo novo coronavírus.

A empresa, que acaba de construir uma nova fábrica de 20 mil metros quadrados em apenas três meses, garante estar pronta para produzir vacina em massa. Ela prometeu "amplo acesso" à população quando todos os testes forem concluídos.

Ainda de acordo com Weidong, as instalações recém-inauguradas têm capacidade para produzir até 300 milhões de doses por ano. A quantidade seria suficiente para atender a demanda nacional e também de países estrangeiros.

    Veja Também

      Mostrar mais