Quatro funcionários com roupas impermeáveis carregam caixão
Jorge Hely / FramePhoto/Agência O Globo
Quatro funcionários com roupas impermeáveis carregam caixão

O Brasil registrou mais 567 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas em um dia de feriado prolongado com as praias lotadas. As novas ocorrências fizeram o total de óbitos subir para 126.069, segundo balanço divulgado neste sábado (5) pelo Conass (Conselho Nacional das Secretarias de Saúde). Levando em conta dados do Ministério da Saúde, no entanto, as novas mortes são 548, uma vez que as informações desta sexta não são as mesmas que as do Conass.

De acordo com o Conass, os novos casos confirmados de Covid-19 são 22.168, totalizando 4.113.969. O aumento foi de 0,5%. Já a taxa de letalidade ficou em 3,1%.


O levantamento realizado pelo consórcio de veículos da imprensa mostra que,  pela primeira vez desde o início da pandemia, a média móvel de mortes teve queda. O decréscimo foi de 17% enquanto a média móvel de casos subiu 4%.

Segundo os dados do consórcio, o país registrou 646 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando a 126.230 óbitos. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil ficou em 819 óbitos.

Em casos confirmados, são 4.121.203 os brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia. Desse total, 33.420 contaminações foram confirmadas no último dia.

Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil
Divulgação/Ministério da Saúde
Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil

Na sexta-feira (4), o número de óbitos era 125.521, enquanto o de pessoas com a doença era de 4.092.832 , segundo o Ministério da Saúde. Já segundo o Conass eram 125.502 e 4.091.801, respectivamente.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 31.313 das 126.069 ocorrências. A letalidade é de 3,7% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 16.526 mortes e letalidade de 7,1%.

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 853.085 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem a Bahia, com 270.177 vítimas de contaminação, sendo seguido por Rio de Janeiro (232.747), Minas Gerais (231.878) e Ceará (222.179).


    Veja Também

      Mostrar mais