vacina
Ministério da Saúde da Rússia
Vacina desenvolvida na Rússia está na terceira fase de testes

O Fundo Russo de Investimento Direto, RDIF, confirmou  o acordo divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia para a distribuição de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, que passa agora pela terceira fase de testes no país.

De acordo com o comunicado enviado à imprensa, o fornecimento das vacinas ao Brasil deve começar ainda em novembro de 2020, considerando a aprovação dos órgãos regulatórios e do governo brasileiro - ou seja, a distribuição pode sofrer atrasos caso qualquer problema na segurança do medicamento seja identificado.

Atualmente, o estudo da vacina é realizado com 40 mil pessoas em território russo. Além da Bahia, o governo também negocia a distribuição e testes do imunizante no Paraná. O México, outro país que firmou acordo para a vacina, também deve receber doses em novembro.

    Veja Também

      Mostrar mais