Vacinação
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Ministério se reuniu com governadores para discutir campanha de vacinação

Até o dia 30 de novembro, o governo brasileiro deve apresentar um plano detalhado de vacinação contra a Covid-19. Segundo o governador Wellington Dias (PT), do Piauí, o plano de imunização deve ser iniciado até o dia 20 de janeiro, se não houver atrasos.

Dias ainda afirmou que o Ministério já pensa em uma ordem de prioridade para a vacina e considera agendamentos durante a campanha. Idosos e pessoas com comorbidades, considerados grupo de risco para a doença, devem receber as doses primeiro.

"Até final de novembro, uma câmara técnica que foi criada... vai apresentar o detalhamento da estratégia de vacinação de maneira que a gente tenha tempo para a implementação disso", afirmou Dias em entrevista à agência Reuters após o encontro.

Na noite da terça-feira (20), o governo federal se comprometeu com a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o instituto Butantan. O potencial imunizante contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) está em fase final de estudos clínicos no Brasil e se mostrou totalmente seguro nos testes realizados desde o final de julho.

Além disso, o governo aguarda novas doses da vacina produzida pela AstraZeneca, que deve ficar pronta apenas em fevereiro - sem considerar possíveis atrasos. Nenhum imunizante, porém, foi autorizado pela Anvisa até o momento. 


    Veja Também

      Mostrar mais