médicos respiradores covid-19 coronavírus
Rovena Rosa/Agência Brasil
Aumento de internações levantam hipótese de segunda onda da Covid-19

O Brasil ultrapassou nesta terça-feira (24) a marca de 170 mil mortes pela Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Com indícios de uma segunda onda chegando no País, os óbitos registrados nas últimas 24 horas foram 360, enquanto os novos casos confirmados foram 31.100. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

De acordo com o conselho, as novas contaminações fizeram o total de pacientes com a doença chegarem a 6.118.708. Já as vítimas da doença são 170.115 pessoas. A taxa de letalidade da Covid-19 no Brasil está em 2,8%.

Os dados incluem pessoas sintomáticas e assintomáticas, o que significa dizer que, nesse último caso, são pacientes que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Na segunda-feira (23), o número de óbitos era 169.485, enquanto o de pessoas com a doença era de 6.087.608.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 41.455 das 170.115 ocorrências. A letalidade é de 3,4% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 22.141 mortes e letalidade de 6,5%.

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 1.215.844 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem a Minas Gerais, com 399.536 vítimas de contaminação, sendo seguido por Rio de Bahia (387.786), Rio de Janeiro (340.833) e Ceará (292.633).

O estado menos afetado é o Acre, que tem registro de 715 mortes e soma 35.053 casos confirmados de contaminações pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários