Élcio Franco. secretário-executivo do Ministério da Saúde
Júlio Nascimento/PR
Élcio Franco. secretário-executivo do Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (10) que assinou um "memorando de intenções" para a compra de 70 milhões de doses da vacina norte-americana Pfizer .

Com o anúncio, Élcio Franco , secretário-executivo do Ministério da Saúde, diz que a vacina dos EUA e a CoronaVac - desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com laboratório chinês Sinovac - "estão nas mesmas condições".

"Butantan e Pfizer estão nas mesmas condições, tenho memorandos de entendimentos, havendo registros, poderão ser inseridas no PNI (Plano Nacional de Vacinação) ", disse Élcio Franco.

Os valores previstos para a compra das 70 milhões de doses não foram divulgados. O secretário alegou que há uma cláusula de confidencialidade no memorando assinado com as empresas.

Segundo o ministério, o acordo com a Pfizer/BioNTech tem a previsão de entrega de 8,5 milhões de doses ainda no primeiro semestre de 2021.

"Havendo a possibilidade e o registro para uso emergencial, e eles (Pfizer) tendo condições, como disse o ministro, haverá a possibilidade de ter acesso a vacina e se iniciar no corrente ano", continuou o secretário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários