Vacina da Pfizer
Reprodução: BBC News Brasil
Imunizante da Pfizer já causou reação alérgica em pelo menos três pessoas

Autoridades do Alaska, nos Estados Unidos, confirmaram hoje (16) que uma profissional da saúde teve uma "reação alérgica forte"   dez minutos após ser vacinada com o imunizante produzido pela Pfizer/BioNtech .




A trabalhadora recebeu a dose do imunizante no Hospital Regional de Bartlett, em Juneau, Alaska. Minutos após, passou a sentir erupção no rosto e no torso, falta de ar e elevação da frequência cardíaca.

De acordo com o The New York Times, os sintomas diminuíram após tratamento com esteroides e uma injeção de epinefrina.

Segundo a CNN , a Pfizer está em contato com as autoridades de saúde do estado para, caso seja necessário, alterar o rótulo da vacina para alertar sobre os perigos do imunizante para pessoas com histórico de problemas alérgicos.

A MHRA (Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido) já havia alertado que pessoas com histórico de reações alérgicas severas não devem receber a vacina Pfizer/BioNTech contra a Covid-19.

O aviso veio depois que duas pessoas que se vacinaram na terça-feira (8) tiveram reação anafilática depois da injeção. Os 2 foram assistidos e passam bem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários