Movimentação de pessoas no parque do Ibirapuera durante reabertura dos parques municipais de São Paulo
Anderson Lira / FramePhoto / Agência O Globo
Movimentação de pessoas no parque do Ibirapuera durante reabertura dos parques municipais de São Paulo

O governo do estado de São Paulo prorrogou até 7 de fevereiro a quarentena em função da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). O texto foi publicado nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial e também determina a suspensão de atividades não essenciais em todo o estado.

Essa é a 15ª vez que a quarentena é estendida, sendo que da última vez o período definido pelas autoridades estaduais foi até 16 de dezembro. A medida ainda tem como objetivo garantir o funcionamento adequado de serviços de saúde em meio ao repique da Covid-19.

Para os próximos dias 1, 2 e 3 de janeiro, o governo estadual determinou que a volta à fase vermelha  do Plano São Paulo, a mais restrita da quarentena. A ideia é conter a disseminação do novo coronavírus.

Em outro decreto desta quinta, o governador João Doria (PSDB) também abriu um crédito extra de R$ 12,9 milhões no orçamento da Secretaria de Desenvolvimento Social para o combate à pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários