Vacina de Oxford contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2)
Reprodução: iG Minas Gerais
Vacina de Oxford contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2)

As duas milhões de doses da vacina de Oxford que estavam  previstas para chegarem ao Brasil neste fim de semana vindas da Índia ficarão armazenadas em um cofre próximo do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

O Centro de Distribuição Logístico do Ministério da Saúde fica atrás do aeroporto internacional. No local, também deverá ficar o imunizante do Instituto Butantan, a CoronaVac . Ambas ficarão armazenadas a uma temperatura entre 2 a 8ºC.

O prefeito de Guarulhos, Guti ( PSB ) pediu que as Forças Armadas sejam mobilizadas para fazer a segurança:

Você viu?

“A gente solicitou hoje em reunião o apoio do governo federal para mobilizar as Forças Armadas para dar apoio total à segurança na região do Aeroporto e nesse centro de logística onde tudo vai ficar armazenado”, disse em entrevista à CNN.

Antes de serem encaminhadas para a cidade da região metropolitana de São Paulo, a rotulagem das vacinas será feita na sede da FioCruz , no Rio de Janeiro.

Prevista para chegar no Brasil no final de semana, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que o voo com destino à Índia, que partiria nesta sexta (15), será adiado em “dois ou três dias, no máximo”.

“Já temos tudo acertado para disponibilizar 2 milhões de doses. Hoje está começando a vacinação na Índia, então resolveu-se atrasar em um ou dois dias até que o povo lá comece a ser vacinado. Daqui a dois, três dias no máximo o nosso avião vai partir e vai trazer esses dois milhões de doses para cá”, disse Bolsonaro em entrevista a TV Bandeirantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários