SP envia 40 respiradores a Manaus:
Reprodução/Governo SP
SP envia 40 respiradores a Manaus: "culpa é sim, do governo federal", diz Doria

O governo do estado de  São Paulo  anunciou, nesta sexta-feira (15), que vai enviar 40 respiradores para a cidade de Manaus, no Amazonas. O sistema de saúde do estado do norte do país entrou em colapso após a alta nas internações por Covid-19, e sofre com falta de leitos e oxigênio.

Segundo o governador do estado João Doria (PSDB), os respiradores são desenvolvidos pela Universidade de São Paulo (USP). O governador afirmou ainda que o estado vai oferecer leitos em hospitais públicos e privados de São Paulo para pacientes do Amazonas.

"Solicitei à USP para encaminharmos imediatamente para o Amazonas 40 respiradores.  40 respiradores produzidos na Universidade de São Paulo, demonstrando a capacidade tecnológica desta grande universidade", disse Doria.

E complementou: "Orientei também o nosso secretário da saúde a disponibilizar leitos nos hospitais públicos e a gerenciar leitos em hospitais privados para aqueles que puderem ser transportados até São Paulo para o atendimento prioritário".

Você viu?

Críticas ao governo federal 

Durante o anúncio do auxílio ao Amazonas, Doria não poupou críticas ao governo federal, em especial ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Tenho a sensação de que o governo Bolsonaro gosta do cheiro da morte e não de celebrar a vida, pois se quisesse celebrar a vida já teria contribuído com o estado do Amazonas para oferecer condições mínimas de atendimento aos brasileiros que lá vivem", afirmou o governador.

Doria ainda disse que faltou solidariedade ao governo federal e ao Ministério da Saúde. "A culpa é sim, do governo federal (...) não faltará coragem a São Paulo em manter a sua posição contra o negacionismo irresponsável do governo Jair Bolsonaro", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários