uti
Rogerio Santana/Governo do Rio de Janeiro
Pará promete leitos para pacientes do Amazonas e Piauí envia EPIs para Manaus

O governo do Pará  afirmou que o estado está pronto para receber 30 pacientes do Amazonas, já que o estado não tem condições para mantê-los por conta da crise de suprimentos na rede local de saúde. O anúncio ocorreu na noite de ontem (14).

Já o  Piauí enviou 45 mil EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e 30 mil testes de  Covid-19 para o Amazonas, na tarde de ontem. O Ceará também se colocou à disposição para ajudar o Amazonas neste momento.

Os auxílios dos estados tentam diminuir o colapso que o sistema de saúde do Amazonas enfrenta com a alta demanda de doentes. Ontem, pacientes ficaram sem oxigênio em unidades de saúde de Manaus.

Você viu?

Recebimento de pacientes 

Os estados de Goiás, Espírito Santo, Piauí, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e o Distrito Federal já informaram que vão receber pacientes do Amazonas, que estão em tratamento hospitalar, e que dependem de oxigênio.

Crise causada pela Covid-19 

Em meio ao colapso do sistema de saúde em Manaus, o estado do Amazonas registrou, nesta quinta-feira (14), seu maior número diário de novos casos registrados da Covid-19.

Segundo boletim da Fundação de Vigilância em Saúde, foram contabilizados 3.816 contágios em um período de 24 horas, mais de 1.000 a mais que o recorde anterior (2.763), de maio de 2020.

Dos casos da última quinta-feira (14), 2.516 foram registrados na capital Manaus. Até o momento, o Amazonas soma 223.360 infecções e 5.930 mortes por Covid-19, com índice de 143,1 óbitos para cada 100 mil habitantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários