Vacina chegando ao aeroporto de Guarulhos
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Vacina chegando ao aeroporto de Guarulhos


O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (15) que vai encaminhar 4,5 milhões de doses da Coronavac, vacina desenvolvido pelo Instituto Butanta em parceira com o laboratório chinês Sinovac Biotech, ao Ministério da Saúde . Segundo Doria, as doses serão destinadas para todos os estados brasileiros e o Distrito Federal.

“Alguns procedimentos são necessários por parte do Ministério da Saúde junto ao Butantan, mas tenho certeza absoluta que o ministério, de forma responsável , saberá adotar essas medidas e entrará em contato imediatamente com a direção do Instituto Butantan para que a transferência dessas 4,5 milhões de doses possa ser feita”, disse o governador.

O governo de São Paulo vai esperar até domingo para disponibilizar o imunizante ao Ministério da Saúde, pois é o dia em que expira o prazo da 
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aprovar ou não as vacinas do Instituto Butantan e da Fiocruz. Doria defendeu que o governo federal adote o maior número possível de vacinas na campanha nacional de imunização para lídar com a crise causada pela Covid-19. 


O governo de São Paulo torce, pede e recomenda , dentro do seu limite, que a Anvisa e o Ministério da Saúde adotem vacinas. Não apenas a vacina do Butantan, não apenas a vacina da Fiocruz, que é da Astrazeneca, mas outras vacinas diante do quadro gravíssima de saúde pública no país”, disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários