800 doses de vacina estragam na Itália após falha em congelador
Michelle Roberts - BBC
800 doses de vacina estragam na Itália após falha em congelador

Um problema em um congelador onde eram estocadas vacinas anti-Covid da Moderna na Itália levou à perda de 800 doses do imunizante. O episódio ocorreu no Hospital Morgagni Perantoni, em Forlì, 340 quilômetros ao norte da capital Roma, na madrugada de quinta (14) para sexta-feira (15).

O Ministério Público abriu um inquérito para apurar o caso, mas a principal hipótese é de uma falha técnica aliada a erro humano. O congelador, que guardava 1,5 mil doses da vacina da Moderna, havia sido inspecionado poucos dias antes, bem como o sistema de alarme.

Após o rápido aumento da temperatura do equipamento, um alerta foi enviado para uma central operacional, mas, por algum motivo, não teria sido entendido corretamente pelo funcionário responsável.

Quando o problema foi constatado, na manhã de sexta-feira, as autoridades sanitárias iniciaram os procedimentos para utilizar as doses em até 12 horas após o descongelamento, como recomenda a Moderna. No entanto, o sistema de saúde da região da Emilia-Romagna conseguiu aplicar apenas 700 das 1,5 mil doses.

"É evidente que estamos frente a um erro grave. Estamos fazendo uma rigorosa investigação interna para entender a exata dinâmica dos acontecimentos", disse o diretor-geral do Serviço Sanitário Regional da Emilia-Romagna, Tiziano Carradori.

A Itália iniciou sua campanha de vacinação em 27 de dezembro e, até o momento, já aplicou a primeira dose em quase 1,1 milhão de pessoas, 1,7% de sua população.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários