vacina
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Covid-19: Sem doses suficientes, vacinação deve se estender para 2022

A vacinação contra Covid-19 deve se estender até 2022 por ainda não haver doses suficientes para vacinar toda a população, além da falta de um plano detalhado por parte do Ministério da Saúde sobre o processo.

Segundo a pasta, a expectativa é que a população brasileira esteja vacinada apenas no ano que vem, conforme foi confirmado pelo portal Uol.

Com a falta de detalhamento de um plano, o ministro do STF,  Ricardo Lewandowski, cobrou um posicionamento do Ministério da Saúde para apresentar um plano sobre a vacinação nacional. 

Você viu?

Por enquanto, ainda sem os esclarecimentos, o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19 traz a indicação de três fases, que englobam pouco menos de 50 milhões de pessoas dos grupos de risco.

A vacinação em geral da população, entretanto, segue sendo tratada com cautela pela pasta. "O Ministério da Saúde estima que, no período de 12 meses, posterior à fase inicial, concluirá a vacinação da população em geral, o que dependerá, concomitantemente, do quantitativo de imunobiológico disponibilizado para uso", disse a pasta em nota ao Uol.

Neste primeiro momento, com 6 milhões de doses, somente trabalhadores da saúde e idosos em instituições serão imunizados, segundo o ministério. Os 3 milhões de pessoas previstos para serem imunizados equivalem a cerca de 1,5% da população.  "O prazo para encerrar cada fase depende do quantitativo de doses entregues pelos laboratórios fornecedores e aprovadas pela Anvisa", afirma o ministério.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários