Voo que veio da Índia trouxe 2 milhões de vacinas de Oxford e chegou por volta das 17h30 no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos
Pedro Paulo Souza/MS
Voo que veio da Índia trouxe 2 milhões de vacinas de Oxford e chegou por volta das 17h30 no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello , disse nesta sexta-feira (22) que os estados vão receber em até 24 horas as doses da vacina de Oxford que chegaram hoje da Índia . O chefe da pasta disse que esse prazo começa a contar a partir do momento que o carregamento chegar nas instalações da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, e ser liberado após um processo de rotulagem.

No final da tarde, a aeronave que trazia o imunizante pousou no aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos. O recebimento das doses foi acompanhado pelo próprio Pazuello e pelos ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Fábio Faria (Comunicações), além do embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy.

Em uma breve declaração a jornalistas após a chegada das doses, Pazuello disse que "nosso país jamais será dividido". "Nenhum brasileiro é mais importante que o outro. Nenhum estado é mais importante que o outro", afirmou.

Ainda de acordo com o general, essas doses que chegaram hoje vão priorizar Manaus. A capital do Amazonas está com seu sistema de saúde à beira do colapso e, nas últimas semanas, tem sofrido com a falta de oxigênio para pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

"Ficou acordo com todos os governadores que 5% dessas doses serão enviadas ao Amazonas", disse o ministro da Saúde. Esse percentual corresponde a 100 mil do total de 2 milhões de doses.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários