Vacinação tem diversos 'fura-fila'
Rovena Rosa/Agência Brasil
Vacinação tem diversos 'fura-fila'

Quem furou a fila da vacinação contra a Covid-19 no Amazonas não terá direito à segunda dose. A decisão foi tomada na noite de sábado (23) pela juíza Jaiza Maria Pinto Fraxe.

De acordo com a decisão, as segundas doses só serão disponibilizadas para os grupos especificados na fase de vacinação. Quem furou a fila na primeira dose pode ser preso em flagrante caso faça o mesmo na segunda.

Dentre as pessoas que receberam a vacina indevidamente no estado estão quatro estudantes da área da Saúde, dois advogados, um casal proprietário de uma empresa de alimentos e a própria secretária de Saúde de Manaus,  Shádia Fraxe , e seu subsecretário.

A juíza determinou que os dois últimos não têm direito à vacina se não estiverem na linha de frente do combate à Covid-19 , e ressaltou que "visitar unidades de saúde não é estar na linha de frente". As duas autoridades terão que apresentar justificativa por terem tomado a primeira dose .

Além das questões relacionadas à  segunda dose , a juíza também determinou que a prefeitura de Manaus entregue diariamente, até as 22 horas, uma lista com todas as pessoas vacinadas no dia. A prefeitura deverá informar nome, CPF, profissão e local onde a aplicação ocorreu.

"O juízo não aceitará desculpas de qualquer privilegiado e [...] desde já fica consignado que quem 'furou a fila' não terá o direito de receber a 2ª dose, até que chegue a sua vez, sem prejuízo de indenização à coletividade que foi lesada pelo artifício imoral e antiético", escreveu a juíza em trecho da decisão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários