João Doria São Paulo
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
João Doria São Paulo

De acordo com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a vacinação contra o novo coronavírus só poderia ser permitido em clinas particulares somente após que toda a população fosse vacinada gratuitamente. Doria declara que a imunização pelo Sistema Único de Saúde ( SUS ) deve ser prioridade. As informações foram apuradas pelo Uol.  

"Prioridade é o SUS. Nós temos que vacinar todos os brasileiros, e gratuitamente. As clínicas particulares só deveriam ter vacina após o SUS, O SUS é um exemplo, é reconhecido internacionalmente. É a primeira vez... nunca tivemos problemas com imunização, justamente por um governo negacionista, fracassado", aponta Doria, ao falar sobre o plano de imunização do governo federal.  

No dia 12 de janeiro, a empresa indiana Bharat Biotech e uma firma farmacêutica brasileira Precisa Medicamentos, assinaram um acordo para conseguirem o fabricante da vacina da covid-19 para as clínicas particulares do país. Intitulado de  Covanix , é desenvolvida em parceria com o Instituto Nacional de Virologia da Índia. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários