Vacina Covaxin, desenvolvida pelo laboratório Bharat Biotech
Divulgação/Bharat Biotech
Vacina Covaxin, desenvolvida pelo laboratório Bharat Biotech

A empresa Precisa Medicamentos, representante da indiana Bharat Biotech no Brasil, enviou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta sexta-feira (5) um pedido de autorização para realizar testes de fase 3 da  vacina indiana Covaxin.

O pedido acontece um dia depois de a Anvisa decidir que não é mais obrigatório a realização de estudos de fase 3 no Brasil para que as vacinas sejam aprovadas para uso emergencial.

A Anvisa afirma que, "para a análise de pedidos de autorização de pesquisa de vacinas, o prazo da Anvisa tem levado de 3 a 5 dias, condicionada a apresentação dos dados necessários para a análise técnica".

Os primeiros estudos clínicos com a Covaxin na Índia, aprovados no dia 3, mostraram que o imunizante gera apenas efeitos colaterais leves, e produz anticorpos contra a Covid-19.

O estudo deve ser coordenado pelo Instituto Albert Einstein. Segundo o Einstein, os testes começam em março com 3.000 voluntários e devem durar de 45 a 90 dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários