A mutação da doença já infectou quase 200 pessoas em doze estados
Daiane Mendonça/Governo de Rondônia
A mutação da doença já infectou quase 200 pessoas em doze estados

De acordo com o Ministério da Saúde, a mutação da Covid-19  identificada em pessoas vindas de Manaus (AM) já infectou quase 200 pessoas em doze estados brasileiros. Outros 17 países também já encontraram a variante em viajantes que chegavam do Brasil.

Casos da variante conhecida como P1 já foram registrados em Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e São Paulo. O primeiro caso foi identificado em 10 de janeiro, no Japão, em pessoas que chegavam no país vindas de Manaus. 

Após o Brasil ter sido notificado sobre a nova variante pelo Japão, um estudo foi realizado em novembro, por pesquisadores brasileiros e britânicos, e apontou que não havia registro da cepa em Manaus. Já nas amostras analisadas em dezembro, ela foi encontrada em 52,2% dos casos.

Apesar da alta disseminação de casos, o Brasil não identificou a nova variante por realizar poucos testes de sequenciamento genético nas amostras colhidas. De acordo com a BBC , foram apenas 2,4 mil até 26 de janeiro deste ano. No mesmo dia, o país já tinha confirmado 8,9 milhões de casos.

Você viu?

Vigilância

O Ministério da Saúde anunciou na semana passada ações para fortalecer a vigilância genômica da Covid-19 no Brasil. Na fase piloto, o plano faz a sequência de 1,2 mil amostras do vírus enviadas de todas as Unidades da Federação ao longo de 16 semanas.

O médico e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, Julival Ribeiro, afirmou que a melhor medida para conter as novas variantes da Covid-19 é a  vacinação em massa da população. "Quanto mais infecta mais chance de mutar. Por isso, a vacinação é premente, além de mais medidas preventivas", disse ao portal Metrópoles .

"O governo brasileiro está fazendo propaganda que vai testar a vacina nasal para a Covid-19, que está na fase clínica I, em Israel. O melhor é o governo ver o impacto positivo da pós-vacinação para Covid-19 na população de Israel. Devemos aprender a lição que Israel está mostrando ao mundo e adquirir mais vacinas urgente para a população brasileira", acrescentou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários