Vacinação
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Vacinação "drive thru" é a principal estratégia para imunização dos brasileiros

O Ministério da Saúde liberou neste domingo (21) a aplicação imediata de doses de vacinas contra a Covid-19 que estavam sendo reservadas para garantir a imunização com a 2ª dose . A autorização foi dada pela pasta por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da pasta, área técnica responsável pela campanha de vacinação.

A medida, que o objetivo de ampliar o número de vacinados no Brasil, vale também para os imunizantes que vêm sendo entregues neste final de semana — um total de 5 milhões de doses do Instituto Butantan e da AstraZeneca , produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A decisão foi tomada após pedido do ministro Eduardo Pazuello e levou em conta a previsão de entregas semanais do Butantan e da Fiocruz, que aceleraram a produção a partir da chegada de matéria-prima importada. A expectativa agora é que a distribuição aos estados pelo ministério se estabilize.

A flexibilização já vinha sendo estudada há cerca de duas semanas e foi atendida após garantia da segurança das entregas por parte dos fornecedores.

"Com a liberação para aplicação de imediato de todo o estoque de vacinas guardadas nas secretarias municipais, vamos conseguir dobrar a aplicação esta semana, imunizando uma grande quantidade da população brasileira, salvando e protegendo mais vidas", afirmou o ministro Pazuello.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários