Variante indiana é 60% mais transmissível do que a britânica, segundo estimativa de especialistas
Reprodução/Pixabay
Variante indiana é 60% mais transmissível do que a britânica, segundo estimativa de especialistas


Acredita-se que a variante do coronavírus identificada pela primeira vez na Índia, chamada de Delta, seja 60% mais transmissível do que a variante britânica, chamada de Alfa, que era dominante no Reino Unido anteriormente, disse um especialista do Imperial College de Londres nesta quarta-feira (9).

"Na semana passada, tivemos evidências de que a variante Delta tinha algo entre 30 a 100% de vantagem de transmissão sobre a variante Alfa. E com isso confirmado, acreditamos que 60% é provavelmente a melhor estimativa", disse o epidemiologista Neil Ferguson.

Você viu?

A cepa indiana agora também é dominante no Reino Unido e já tem oito casos confirmados no Brasil.

Alguns especialistas acreditam que a variante Delta pode também ser mais grave.  Deficiência auditiva, distúrbios gástricos sérios e coágulos sanguíneos que levam à gangrena, sintomas que não eram observados normalmente em pacientes com a Covid-19, foram associados por médicos na Índia a esta variante.

Na Inglaterra e na Escócia, por sua vez, as primeiras evidências sugerem que a cepa carrega um risco maior de hospitalização.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários