Covid-19: taxa de reinfecção é inferior a 1% para casos de doença grave
Fusion Medical Animation/Unsplash
Covid-19: taxa de reinfecção é inferior a 1% para casos de doença grave

Através de um estudo, foi possível constatar que dentre os 9 mil pacientes norte-americanos com infecção grave pelo vírus da Covid-19, menos de 1% contraíram a doença novamente em um tempo médio de reinfecção de 3 meses, depois de testar positivo. 

A pesquisa foi conduzida por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Missouri e MU Health Care. Eles se uniram ao MU Institute for Data Science and Informatics e ao Tiger Institute for Health Innovation para revisar os dados de 62 instalações de saúde nos Estados Unidos. 

Com isso, descobriram que 63 dos 9.119 pacientes, o que significa 0,7%, que apresentaram infecção grave por Covid-19 contraíram o vírus uma segunda vez, em um período médio de reinfecção de 116 dias. 

Além disso, dos 63 que foram reinfectados, dois (3,2%) morreram. “Nossa análise também descobriu que a asma e a dependência da nicotina estavam associadas à reinfecção”, explicou o pesquisador principal Adnan I. Qureshi, professor de neurologia clínica na Escola de Medicina MU.

Qureshi também definiu a reinfecção por dois testes positivos separados por um intervalo superior a 90 dias, isso depois da resolução da infecção inicial, conforme confirmado por dois ou mais testes negativos consecutivos. Ademais, foi analisado os dados de pacientes que receberam testes seriados entre dezembro de 2019 e novembro de 2020.

Você viu?

“Este é um dos maiores estudos desse tipo nos Estados Unidos, e a mensagem importante aqui é que a reinfecção de Covid-19 após um caso inicial é possível, e a duração da imunidade que uma infecção inicial fornece não está completamente clara”, informou Qureshi.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários