Trabalhadores de cemitério enterram um homem de 89 anos que morreu de Covid-19 em Manaus
Edmar Barros/Reprodução
Trabalhadores de cemitério enterram um homem de 89 anos que morreu de Covid-19 em Manaus


O Brasil se aproxima cada vez mais da marca de 500 mil vidas perdidas para a Covid-19. Nesta sexta-feira (18), o país registrou 2.495 mortes, chegando a 498.499 óbitos pela doença desde o começo da pandemia. Já o número de infectados está em 17.801.462, com 98.832 novos casos confirmados nas últimas 24 horas. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (121.238), Rio de Janeiro (53.923) e Minas Gerais (44.068). As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.700), Acre (1.728) e Amapá (1.792).

Em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, ultrapassando 3,5 milhões de casos. Minas Gerais, com mais de 1,7 milhão, e Paraná, com mais de 1,1 milhão de casos, aparecem na sequência. O estado com menos casos de Covid-19 é o Acre (84.687), seguido por Roraima (109.094) e Amapá (115.352).

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Desde o início de junho do ano passado, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários