Covid-19: Vacina cubana tem 92% de eficácia, segundo fabricante
Gabriela Bulhões
Covid-19: Vacina cubana tem 92% de eficácia, segundo fabricante

A vacina de Cuba contra a Covid-19 mostrou “eficácia” de mais de 92% após três doses, de acordo com seu fabricante na última segunda-feira (22). Por outro lado, não foi especificado se isso foi medido contra infecção, doença ou morte.

Sendo assim, Cuba está trabalhando em cinco vacinas contra o vírus e no mês passado, começou a imunizar sua população com duas delas ainda para completar os testes clínicos.

Através do Twitter, o laboratório BioCubaFarma disse que Abdala, que é uma das vacinas já em uso, “mostra uma eficácia de 92,28 por cento em seu esquema de três doses”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabeleceu um limite de eficácia de 50% para vacinas da Covid-19 para oferecer proteção contra o vírus ou doença. Portanto, o anúncio foi feito dois dias depois que as autoridades anunciaram que o Soberana 2, a outra vacina de três doses em desenvolvimento em Cuba, tinha 62% de eficácia após as duas primeiras injeções.

O presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, comemorou a notícia como uma conquista que “multiplicará o orgulho” da nação insular comunista. Vale lembrar que Cuba não foi afetada pelo surto, porém, recentemente viu um forte aumento de casos, registrando um de seus piores dias com 1.561 infecções confirmadas em 24 horas. Até o momento, ele registrou pouco mais de 169.000 casos e 1.170 mortes.

Neste momento, quase 80% de suas vacinas são produzidas nacionalmente e o governo espera apresentar a primeira vacina contra a Covid-19 produzida na América Latina.

Você viu?

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários