Canadá suspende AstraZeneca para quem tem condição rara no sangue
shutterstock
Canadá suspende AstraZeneca para quem tem condição rara no sangue


A Health Canada recomendou que pessoas com histórico de síndrome de extravasamento capilar não sejam vacinada com a AstraZeneca contra a Covid-19. O órgão governamental emitiu um comunicado na terça-feira (29) informando que está atualizando o rótulo do imunizante para que pacientes com histórico da condição sanguínea não o recebam.

Segundo informações da Reuters, a Health Canada e a Agência de Saúde Pública do Canadá têm monitorado essa síndrome desde que foi levantada como uma preocupação potencial de segurança pela Agência Europeia de Medicamentos, em abril.

Até 11 de junho, um caso da síndrome após a vacinação com a AstraZeneca foi relatado no país, informou o órgão governamental.

Apesar de muito rara, a síndrome de extravasamento capilar é bastante grave e causa vazamento de fluidos de vasos capilares, resultando no inchaço dos membros, baixa pressão arterial, espessamento do sangue e níveis baixos de uma importante proteína.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários