Butantan enviou documentos que comprovam eficácia à Anvisa
Reprodução/Twitter/Yang Wanming
Butantan enviou documentos que comprovam eficácia à Anvisa

O presidente do Instituto Butantan , Dimas Covas, afirmou neste domingo (11) que espera a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso da CoronaVac em crianças e adolescentes . Covas informou que os documentos foram apresentados à agência e acredita na eficácia do imunizante para o público. 

O Butantan considerou o estudo realizado na China pelo laboratório Sinovac, em que mostra a segurança da vacina em crianças a partir de 3 anos e adolescentes até 17 anos. No entendimento de Covas, a pesquisa é suficiente para a aprovação do uso no Brasil. 

"O estudo de segurança em crianças a partir dos 3 anos já está de posse da Anvisa. Esperamos que seja incorporada essa utilização na autorização de uso emergencial (da CoronaVac) sem a necessidade de estudos adicionais feitos aqui no Brasil", disse, em coletiva realizada neste domingo no Palácio dos Bandeirantes. 

Atualmente, apenas o imunizante da Pfizer tem autorização da Anvisa para aplicação em adolescentes acima dos 12 anos. A eficácia foi comprovada em estudos nos Estados Unidos e Reino Unido. 

Você viu?

Antecipação da vacinação em São Paulo

Neste domingo (11), o governo de São Paulo anunciou a antecipação do calendário de vacinação no estado e programou a imunização de crianças e adolescentes a partir de 23 de agosto. A expectativa do Palácio dos Bandeirantes, é que a Anvisa aprove o uso da CoronaVac para menores de idade no fim deste mês, podendo acelerar a vacinação no país. 

A antecipação também se deve, segundo o governador, à compra direta da vacina Coronavac da fabricante chinesa Sinovac, que proporcionou o aumento no ritmo atual.

"Isso só foi possível porque o Governo de SP comprou 30 milhões de novas doses da Coronavac", afirmou Doria em seu Twitter.

A chegada das doses extras da Coronavac ocorre após acordo entre o Governo do Estado, o Instituto Butantan e a Sinovac. O primeiro lote com 2,7 milhões de vacinas desembarcou no Brasil no último dia 7 de julho e passa por controle de qualidade antes da distribuição aos 645 municípios de São Paulo. Outra remessa com 1,3 milhão de doses virá de Pequim até o final deste mês.

Com a atualização, o calendário fica assim

  • 8 a 14 de julho - 37 a 39 anos
  • 15 a 18 de julho - 35 e 36 anos
  • 19 de julho a 4 de agosto - 30 a 34 anos
  • 5 a 12 de agosto - 25 a 29 anos
  • 13 a 20 de agosto - 18 a 24 anos
  • 23 de agosto a 5 de setembro - adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência e comorbidade
  • 6 a 19 de setembro - adolescentes de 15 a 17 anos sem comorbidade
  • 20 a 30 de setembro - adolescentes de 12 a 14 anos sem comorbidade

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários