Israel tira pacientes com câncer de prioridade para 3ª dose da Pfizer
Reprodução/FreePic
Israel tira pacientes com câncer de prioridade para 3ª dose da Pfizer


Desde a última segunda-feira (12) pacientes com sistemas imunológicos comprometidos começaram a receber a  terceira dose da vacina contra a Covid-19 em Israel. Na lista de prioridade, estavam pessoas que foram submetidas a transplantes de coração, pulmão e rins e alguns pacientes com câncer. Neste domingo (18), no entanto, pacientes com câncer foram tirados da lista.

O ministério da Saúde de Israel disse a decisão foi tomada depois de revisar os dados de centenas de pacientes oncológicos, "a recomendação nesta etapa é não vacinar", segundo informações da agência France-Presse.

"Quase 90% dos pacientes que receberam quimioterapia desenvolveram anticorpos depois de (duas doses) da vacinação e o nível de anticorpos se manteve alto vários meses depois da vacina", informou o ministério.

Pfizer e BioNTech pediriam autorização às autoridades americanas e europeias para aplicar uma terceira dose do imunizante, mas os reguladores europeus dizem que ainda não se sabe se ela será de fato necessária.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) já falou sobre a preocupação de que uma  vacina de reforço aconteça às custas de países cujos cidadãos ainda não receberam suas duas primeiras doses.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários