Maioria dos infectados no Rio de Janeiro tiveram síndrome gripal
shutterstock
Maioria dos infectados no Rio de Janeiro tiveram síndrome gripal


A grande maioria dos moradores da cidade do Rio de Janero que tiveram casos confirmados de Covid-19 pela variante Delta tiveram síndrome gripal -- 95,6%. Ainda segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde, em nota obtida pelo Estadão, apenas um caso precisou de internação por síndrome respiratória aguda grave, mas já teve alta -- 4,4%.

Leia também:  Covid-19: Confira quais cidades do Rio já detectaram casos da variante Delta

Ao todo, a capital fluminense registrou até o momento 23 casos de moradores que foram infectados pela mutação do novo coronavírus. O Rio de Janeiro é o estado com maior número de casos da variante -- 74 de um total de 97 em todo o país, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde no domingo (18).

Segundo a pasta, os infectados na cidade têm entre 12 e 72 anos, 73,9% adultos. São 13 casos de pessoas do sexo feminino e 10 do sexo masculino. Até o momento, os casos investigados não têm histórico de viagem.

"Independentemente da variante, ressalta-se a importância da adesão da população à imunização contra a Covid-19 conforme calendário de vacinação divulgado pela SMS Rio. Assim como reforça-se que as medidas preventivas são as mesmas. A população deve manter o distanciamento, usar máscaras e higienizar as mãos com álcool 70 ou, quando possível, água e sabão", disse a secretaria em nota.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários