Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus
Sandro Pereira/Fotoarena/Agência O Globo
Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus

A vacinação contra a Covid-19 está resultando em pontos positivos, por mais que o país esteja longe dos números ideais e recuperação plena da pandemia. A pesquisa de Marcelo Gomes, especialista em saúde pública e pesquisador da Fiocruz, revelou que a imunização já evitou entre 40 mil a 55 mil mortes.

Os dados indicam também uma queda nas internações pela vírus, significando uma redução entre 96 mil e 117 mil, com base no período de 14 de março e 12 de junho. No estado de São Paulo, o número de casos graves diminuiu entre 24 mil e 35 mil, e de mortes entre 10 mil e 17 mil.

De acordo com Gomes, o estudo não se trata de uma análise científica e sim, de uma avaliação simplificada sobre o impacto da vacinação contra a Covid-19 no país: “Os números reforçam e ilustram de forma mais palpável a eficácia das vacinas. Mostram como a vacinação faz toda a diferença na redução de casos graves e mortes, e o quanto é importante voltar para tomar segunda dose.”

Além disso, a vacina não impede o contágio pelo, mas sim o desenvolvimento de uma forma mais grave da doença, ainda podendo haver a chance de reinfecção. O Ministério da Saúde informou que somente 16% dos brasileiros já tomaram as duas doses da vacina e até o momento 547 mil pessoas morreram a vida devido às complicações da Covid-19.

MS é o estado com mais pessoas totalmente imunizadas contra a Covid-19

De acordo com os dados mais recentes divulgados pelo Consórcio de Veículos de Imprensa, a partir de informações das secretarias estaduais de Saúde, Mato Grosso do Sul é o estado com maior percentual de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid-19.

Isso abrange todos aqueles que já receberam as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única. MS, RS e SP são os estados mais adiantados na vacinação contra a Covid-19 no Brasil.

Você viu?

Ao todo, o número de vacinas aplicadas na segunda dose no estado (ou dose única) é, até agora, de 838.615, o que representa 29,85% da população adulta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários