Estudos sugerem eficácia de 3ª dose da CoronaVac em adultos, diz farmacêutica
Nelson Almeida/Reprodução
Estudos sugerem eficácia de 3ª dose da CoronaVac em adultos, diz farmacêutica

A farmacêutica chinesa Sinovac anunciou, nesta terça-feira (10), os resultados de dois estudos que apontaram para a eficácia de uma 3ª dose da  vacina CoronaVac. No Brasil, a vacina é produzida e distribuída pelo Instituto Butantan e representa o maior percentual de doses no Plano Nacional de Imunização (PNI).

Uma das pesquisas, conduzida na China, analisou o uso do imunizante em adultos saudáveis entre 18 e 59 anos. Segundo os testes, a aplicação de uma 3ª dose de 6 a 8 meses após a 2ª dose induziu uma "forte resposta imunológica", com o nível de anticorpos neutralizantes até cinco vezes maior que após a 2ª aplicação. 

A outra pesquisa da farmacêutica concluiu que uma 3ª dose será necessária para adultos de 60 anos ou mais. Segundo os resultados, essa dose de reforço pode levar a um aumento significativo dos anticorpos neutralizantes.

No Brasil, o tema referente à 3ª dose dos imunizantes contra a Covid-19 ainda gera discussão. Até o momento, o Instituto Butantan não cravou a necessidade da aplicação da dose extra para aumentar a imunidade contra a doença. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários