Covid-19: Rio vacina adolescentes com deficiência e faz repescagem
Tânia Rêgo/ Agência Brasil
Covid-19: Rio vacina adolescentes com deficiência e faz repescagem

A cidade do Rio vacina, nesta segunda-feira (23), adolescentes com deficiência a partir de 12 anos ou mais. Também há repescagem para pessoas com 25 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose, além de gestantes, lactantes e puérperas. A intenção inicial da Secretaria Municipal de Saúde era separar este dia para começar a vacinação de todos os adolescentes de 17 anos, mas o atraso na entrega de novas doses atrapalhou os planos do município.

Os adolescentes com deficiência podem usar como comprovantes laudos médicos da rede pública, ou particular; cartões de gratuidade; documento oficial de identidade ou qualquer outro com a indicação da deficiência.

A Prefeitura do Rio segue aguardando novas doses de vacina contra a covid-19 por parte do Ministério da Saúde para dar início à imunização dos menores de idade por escalonamento de idade, como estava planejado anteriormente para início nesta segunda-feira (23).

O município do Rio concluiu o calendário de vacinação de adultos nesta sexta-feira (20), mas ainda existe uma grande quantidade de pessoas que não compareceram para receber a sua dose.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários