Odontologia com ozônio não é o que a maioria das pessoas pensa
shutterstock
Odontologia com ozônio não é o que a maioria das pessoas pensa

A ozonioterapia é o método que utiliza uma mistura gasosa de ozônio e oxigênio para fins terapêuticos. É um tratamento médico que já existe há muitos anos. Foi durante a Primeira Guerra Mundial que os médicos ingleses e alemães passaram a usar o ozônio para cuidar dos machucados dos soldados, e os resultados foram altamente positivos entre os anos de 1916 e 1917.

Nos dias de hoje, essa descoberta ganhou novas ações e benefícios, e uma dessas descobertas, e tem se provado bastante eficiente na odontologia , por ser usada como uma alternativa para melhorar o sistema imunológicos.

Aplicações na odontologia:

Cárie:

As propriedades antibacterianas do ozônio podem ajudar a prevenir que pequenas cavidades cresçam nos dentes Além disso, o ozônio pode ser útil na desinfecção de áreas de cárie sob as restaurações dentárias.

Doença periodontal:

A doença periodontal (gengiva) Começa como uma infecção , mas com o tempo pode se espalhar em toda boca. A doença periodontal pode resultar na perda do osso de suporte dos dentes . O ozônio tem se mostrado eficaz em ajudar a desinfetar áreas com infecção crônica de gengiva. O dentista pode aplicá-lo diretamente na gengiva como gás ou em óleo ou água, permitindo que o ozônio se infiltre na gengiva que envolve cada dente.

Você viu?

Tratamento de canal:

O ozônio pode ajudar a desinfetar o canal interno do dente durante seu tratamento.

Dor na ATM:

A articulação temporomandibular (ATM) às vezes pode estar sujeita a um grupo de distúrbios conhecidos como distúrbios temporomandibulares . Essa condição pode causar dor na mandíbula e limitar a capacidade de uma pessoa mastigar confortavelmente ou até mesmo abrir a boca. No entanto, um estudos mostram que as injeções de ozônio ajudaram a aliviar os sintomas em pacientes com dor na ATM, indicando mais um uso potencial para a terapia com ozônio.

Outras infecções:

O ozônio também se mostrou útil no tratamento de outras infecções associadas aos tecidos dentro e ao redor da boca, incluindo infecções nos seios da face e lesões causadas por vírus e fungos.

Resumindo a ozonioterapia tem uma compatibilidade com tecidos ou órgãos vivos, por não haver toxicidade, tem efeitos germicidas e ao mesmo tempo auxilia no processo de cicatrização.

Se você precisar de tratamento para um problema dentário, sempre converse com seu dentista para discutir as melhores opções para sua situação. Embora a odontologia com ozônio possa permanecer uma prática secundária por enquanto, após mais pesquisas sobre suas poderosas aplicações antibacterianas, ela pode se tornar uma estrela da odontologia em um futuro não muito distante.

Vale a pena o dentista ter mais essa ferramenta de trabalho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários