Coronavac será usada em crianças a partir de 6 anos no Chile
Reprodução: ACidade ON
Coronavac será usada em crianças a partir de 6 anos no Chile

O governo do Chile vai começar a vacinar crianças de 6 a 12 anos contra covid-19 com a Coronavac, vacina criada pela empresa chinesa Sinovac. O imunizante foi autorizado pelas autoridades do país na última semana, seguindo países como China e Indonésia, que já o utilizam de forma emergencial.

O país tem um dos mais altos índices de doses aplicadas - 30.204.979, em cerca de 13 milhões de pessoas. A aplicação não tem data para começar, mas as crianças com comorbidades serão priorizadas. A

O Instituto de Saúde Pública (ISP) do Chile convocou oito especialistas para analisar o uso do imunizante. Cinco se colocaram à favor da utilização, dois recomendaram para uso em adolescentes com mais de 12 anos, e um foi contra.

Nas redes sociais, o Instituto Butantan comemorou a decisão. "O Chile dá mais uma demonstração de confiança na eficácia da Coronavac, aprovando o imunizante para crianças acima de 6 anos. Por aqui, os pais continuam aguardando que a vacina chegue o mais rápido possível ao braço dos filhos".

Vale lembrar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não liberou o uso da Coronavac em menores de idade sob a justificativa de que faltam informações para embasar uma decisão. O imunizante indicado para essa faixa etária é o da Pfizer/BioNTech, que já estuda pedir a liberação para uso também de 5 a 11 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários