Mônica Calazans foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil
Reprodução
Mônica Calazans foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil

Primeira pessoa a ser vacinada no Brasil, a enfermeira Monica Calazans recebeu a dose de reforço do imunizante contra a  covid-19 durante a coletiva do Governo de São Paulo, hoje, no Palácio dos Bandeirantes.

Mônica recebeu a primeira dose da coronavac aplicada no Brasil, em 17 de fevereiro, mesmo dia em que a vacina foi aprovada emergencialmente pela Anvisa. Ela pode receber a dose de reforço porque é profissional de saúde, e já recebeu a segunda dose do imunizante há mais de seis meses.

Além de Mônica, o secretário da Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, também recebeu a 3ª dose. O médico Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, foi quem aplicou a vacina.

Só ontem, o estado aplicou 122 mil doses da dose de reforço. Idosos, imunossuprimidos e profissionais da saúde que já tomaram a segunda dose há mais de seis meses podem se vacinar.

Segundo o governador João Doria, 60% de toda a população elegível já está vacinada com as duas doses ou dose única contra covid-19. Doria também afirmou que 72% das cidades (467) do estado não registraram mortes relacionadas a doença na última semana.

A gestão, porém, fez um apelo: mais de 3,8 pessoas não voltaram para a segunda dose, portanto, estão apenas parcialmente imunizados. Estudos recentes apontam que pacientes que não receberam as duas doses tem mais chances de ser hospitalizados em razão da doença.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários