Covid: Bolsonaro retira homenagem a pesquisador contrário ao uso de cloroquina
Mariana Schreiber - @marischreiber - Da BBC News Brasil em Brasília
Covid: Bolsonaro retira homenagem a pesquisador contrário ao uso de cloroquina

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cancelou, nesta sexta-feira (5), a homenagem que havia  concedido a dois cientistas críticos ao uso da cloroquina e de medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19. 

Em edição extra do Diário Oficial, Bolsonaro tornou sem efeito o decreto que concedia a Ordem Nacional do Mérito Científico a Adele Schwartz Benzaken, diretora da Fundação Oswaldo Cruz Amazônia, e a Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, pesquisador da Fundação de Medicina Tropical "Doutor Heitor Vieira Dourado".

Marcus Vinícius já liderou um estudo que concluiu que a cloroquina não deve ser usada no tratamento da Covid-19.

O decreto que concede a Ordem Nacional do Mérito Científico foi assinado na última quarta-feira (3) e publicado no Diário Oficial nesta última quinta (4). Hoje, Bolsonaro voltou atrás em relação ao nome dos dois pesquisadores, justamente por conta da repercussão negativa entre seus apoiadores, que, assim como ele, apoiam o uso de tais medicamentos.

A honraria foi criada em 1993 pelo então presidente Itamar Franco com o objetivo reconhecer "personalidades nacionais e estrangeiras que, por relevantes contribuições prestadas à ciência e à tecnologia, tenham-se tornado merecedoras de distinção".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários