Pessoas usando máscaras nas ruas
Fernando Frazão/Agência Brasil
Pessoas usando máscaras nas ruas

Os membros do Comitê Científico que orienta as decisões do governo de São Paulo sobre a covid-19 afirmaram nesta quarta-feira (17) que o estado ainda não tem data para modificar as orientações sobre o uso de máscaras.

"Estamos acompanhando a evolução dos indicadores, a projeção é de que em breve vamos atingir uma situação que vai permitir a liberação nos espaços públicos. Ainda precisamos caminhar mais um pouco. Estamos reduzindo os indicadores de internações, casos e óbitos, e é provável que nos próximos 10 ou 20 dias tenhamos uma situação que permita a liberação", disse Paulo Menezes.

"Com o avanço da vacinação - e São Paulo vem realmente fazendo um trabalho espetacular, referencia internacional, já temos 73% da população adulta com cobertura completa - o que nos coloca em situação distinguida internacionalmente. Quando a gente olha outros países, principalmente para a Europa, o que esta acontecendo, vemos uma relação direta entre o recrudescimento e as baixas coberturas vacinais. Estamos seguros que em breve chegaremos a esse momento", completou.

Gabbardo afirmou que o comitê continua de olho nos pilares considerados essenciais para que as máscaras não sejam mais exigidas: vacinação, taxa de transmissão da doença, números de casos graves.

"Acreditamos que os indicadores serão atingidos na última semana de novembro, obviamente que tudo isso ocorrerá se continuarmos com a tendência dos numeros que vem se apresentando nos últimos dias", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários