Butantan e Anvisa discutem aplicação da Coronavac em crianças
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Butantan e Anvisa discutem aplicação da Coronavac em crianças

Representantes da Anvisa e do Instituto Butantan vão se reunir amanhã (19) para discutir os resultados dos estudos sobre a aplicação da Coronavac em crianças.

As conversas começaram em um encontro em 5 de novembro, quando a agência indicou precisar de mais informações sobre um estudo realizado na China. A Anvisa pediu uma comprovação mais clara de uma "relação favorável" para o uso do imunizante "especialmente para a faixa de 3 a 12 anos".

O Butantan também terá que apresentar os resultados completos de imunogenicidade e duração da proteção da Coronavac que possam ser avaliadas novas indicações de faixa etária.

Vale lembrar que ainda não há o pedido de aprovação da vacina para crianças. No Brasil, atualmente, apenas maiores de 12 anos podem se vacinar com o imunizante produzido pela Pfizer.

Na semana passada, a farmacêutica solicitou a autorização para aplicação em crianças com idades entre 5 a 11 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários