Surto de coceira atinge moradores de Pernambuco e da Paraíba
FreePik
Surto de coceira atinge moradores de Pernambuco e da Paraíba

O surto de um tipo ainda em estudo de lesão de pele que tem como principal sintoma a coceira chegou à Paraíba. A Secretaria de Estado da Saúde investiga 11 casos semelhantes aos encontrados em Pernambuco, onde o problema começou há cerca de um mês.

Segundo a SES-PB, cinco suspeitas estão localizadas em João Pessoa, dois em Cajazeiras, e um nas cidades de Alagoa Nova, Caldas brandão, Campina Grande e Maturéia. Todos foram registrados entre os dias 25 e 29 de novembro.

Em Pernambuco, o número de casos já passou de 230. Especialistas das secretarias de saúde também investigam uma possível causa do problema. Além da coceira na pele, os pacientes também relatam dores de cabeça. febre, coriza, diarreia, fadiga, irritação ocular, mal estar, náusea e vômito.

Em uma pesquisa publicada na semana passada, o Núcleo de Estudos em Farmacoterapia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) relacionou a escabiose (sarna humana) ao uso indiscriminado de ivermectina. Esse estudo pode auxiliar na investigação dos casos recentes.

Leia Também

O infectologista Demetrius Montenegro, que faz parte do grupo de cientistas que investiga as lesões, descartou a possibilidade de associação à covid-19 ou vacinação em entrevista à Folha de Pernambuco. Ele também minimizou a possibilidade de relação com a dengue.

Amostras de água da região onde os casos foram registrados em Pernambuco foram recolhidas para análise, e uma pesquisa de ácaros na pele dos infectados foi iniciada. O ácaro pode causar a sarna.

As autoridades dos dois estados ainda não informaram se há alguma relaçaõ confirmada entre as notificações, nem mesmo um prazo para a conclusão dos estudos sobre a origem do surto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários