A casca de pipoca entre os dentes que quase matou o bombeiro
iStock
A casca de pipoca entre os dentes que quase matou o bombeiro

Na semana passada foi divulgado em diversos meios de comunicação sobre o incidente do bombeiro britânico que quase morreu por um pedaço de pipoca preso entre os dentes. Esse episódio aconteceu em 2020, quando ele assistia um filme com sua esposa comendo pipoca.

Ele precisou de uma cirurgia de coração que salvou sua vida quando teve uma infecção sanguínea e quase morreu, por um motivo realmente simples.

A infecção no coração ocorre quando as bactérias de outra parte do corpo se espalham pela corrente sanguínea e atingem o coração.

A infecção foi causada por ele cutucar constantemente um pedaço de pipoca preso entre os dentes. Adam Martin o bombeiro disse que usou itens que encontrou por perto, como uma tampa de caneta, um palito, um pedaço de arame e até um prego tentando desesperadamente tirar a casca da pipoca que tanto o incomodava.

Uma semana depois, Martin estava sofrendo de suores noturnos, cansaço, dores de cabeça, um sopro no coração (acontece quando o sangue precisa passar por um orifício que está menor do que deveria), que são todos sinais da infecção.

Dias após o bombeiro desenvolveu o que pensava ser um resfriado, e só depois ele resolveu ir ao médico, que diagnosticou um sopro cardíaco leve e o enviou para fazer exames de sangue e raios-x. Indicando nada mais do que marcadores de inflamação ligeiramente elevados.

Leia Também

Ele foi mandado para casa com medicação, mas alguns dias depois, ele ainda sentia sintomas semelhantes aos da gripe, e dores fortes nas pernas e também desenvolveu uma bolha de sangue no dedo do pé, que mais tarde foi diagnosticada como uma lesão de Janeway (são vistas em pessoas com endocardite bacteriana aguda. Elas aparecem como pontos vermelhos a vermelho azulados indolores nas palmas e dedos das mãos e dos pés), uma indicação de endocardite infecciosa.

A endocardite bacteriana pode levar bactérias de nossa boca pela corrente sanguínea e danificar áreas do coração. Se o tratamento for adiado, a endocardite pode danificar ou destruir as válvulas cardíacas e levar a morte.

A dor muscular em sua perna era um coágulo infectado bloqueando sua artéria femoral, que exigiu uma operação de cinco horas. O paciente foi tratado com medicamentos para combater a infecção, mas as varreduras de tórax revelaram que seu coração havia sido gravemente danificado e precisaria de mais uma cirurgia de emergência.

Dr Bruno Puglisi nos diz para ficarmos atentos nos primeiros sinais de alerta, como dor de dente e sangramento na gengiva.

Se tivesse procurado seu dentista rápido, apenas um tratamento com antibióticos e remoção da casca já resolveria seu desconforto
E a ferramenta principal que ele não usou: um dentista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários