Fragmento de asa de mariposa é a causa das lesões de pele que provocam coceira em Pernambuco
Reprodução/redes sociais
Fragmento de asa de mariposa é a causa das lesões de pele que provocam coceira em Pernambuco

Membros da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) descobriram que fragmentos da asa de um tipo de mariposa é a causa das lesões de pele que provocam coceira em Pernambuco . O inseto, do gênero Hylesia, entram em período de reprodução nesta época do ano e, por isso, invadem com mais frequência as casas.

Ao se debaterem contra focos de luz, as mariposas liberam cerdas corporais minúsculas que penetram profundamente na pele humana e causam a intensa dermatite observada em algumas cidades de Pernambuco. Quase 500 casos foram notificados desde outubro, quando as primeiras pessoas começaram a apresentar a lesão misteriosa.

Um trabalho conjunto da dermatologista Cláudia Ferraz, que pesquisou a história epidemiológica correta e descreveu adequadamente as lesões, além de suspeitar a provável etiologia, e do dermatologista Vidal Haddad Júnior, que havia testemunhado e publicado outros surtos, esclareceu a etiologia da erupção cutânea.

"Com a comprovação das cerdas no exame direto, história clínica e epidemiológica extremamente compatível e relato de mariposas no local feito pelos moradores,concluímos que o mistério está resolvido e esperamos que os tratamentos corretos sejam ministrados à população.", escreveu a SBD em nota.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários